Notícias


TI ALERTA PARA NECESSIDADE DE CONFERÊNCIA DE PROCESSOS DIGITILIZADOS

A Gerência de Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE-GO) alerta para a obrigatoriedade de conferência dos arquivos digitalizados e emissão de Certidão de Conferência de Conteúdo, conforme determina a portaria 590 de 2018. Para checar se há processos digitalizados a espera de um parecer do setor, e emitir a certidão, basta seguir o passo a passo disponível no manual (www.tce.go.gov.br/processoeletronico). O sistema permite informar se o processo está “validado”, “validado com ressalvas” ou se é necessário “redigitalizar”.


TCE-GO APRESENTA ESTRATÉGIAS DE TI EM ENCONTRO NO RIO DE JANEIRO

Foi realizado na última quinta-feira (26/4), no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, o I Encontro Técnico de TI dos Tribunais de Contas. Com a presença de especialistas em tecnologia da informação e autoridades de tribunais de contas de diversos estados e municípios, o encontro teve como objetivo maior o compartilhamento de informações da área de TI das cortes de contas para aprimorar a transparência e o controle externo. Representando o TCE-GO, esteve presente no evento o gerente de tecnologia Marcelo Augusto Xavier, que tratou da mudança de atitude necessária para uma utilização mais prática dos dados fornecidos pela área de Tecnologia da Informação. Além de Marcelo, também representaram o TCE-GO os servidores leonardo Ruivo de Mendonça e Licardino Siqueira. A utilização da tecnologia da informação na definição da estratégia de atuação do TCE-GO foi o tema da palestra ‘Recepção de Dados e Painéis de Controle. A […]


TÉCNICOS DO TRIBUNAL DE CONTAS DE RONDÔNIA VISITAM O TCE DE GOIÁS

Técnicos do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia estão visitando a Corte de Contas goiana em busca de intercambio para o desenvolvimento do seu Plano Diretor de Tecnologia da Informação de 2018. Em ofício, o TCE de Rondônia considera o TCE-GO referência no desenvolvimento e utilização de sistemas da informação e, por esse motivo, vieram conhecer a estrutura organizacional do Controle Externo, especialmente os relacionados aos sistemas de recepção de dados dos jurisdicionados nas questões orçamentários, patrimoniais, financeiros, contábeis, bem como de licitações, obras entre outros. Também estão na pauta dos trabalhos o exercício da fiscalização com o planejamento, execução e monitoramento de auditorias, procedimentos relacionados à área de analytics e ferramentas de TI que permitam ou facilitem a padronização da analises e emissão de relatórios técnicos. Estão em Goiânia o auditor e secretário-geral do controle externo Bruno Botelho, o auditor Marivaldo Felipe de Melo e o secretario executivo […]


OUVIDORIAS DO TCE-GO E SUS TROCAM INFORMAÇÕES

O ouvidor do Sistema Único de Saúde em Goiás, Hardwicken Miranda Vargas, esteve na manhã no final de março na sede do Tribunal de Contas do Estado para troca de experiências entre as ouvidorias das duas instituições. A ouvidora do TCE-GO, Silvana Marquez, estava acompanhada do gerente de Tecnologia da Informação, Marcelo Augusto Pedreira Xavier, e do analista de sistemas Joseph Isbir Filho e dos assessores da Ouvidoria Wolf Moreira de São Geraldo e Marcela Fleury. Na oportunidade, Hardwicken viu como atua o TCE-GO nessa área e mostrou as ferramentas de TI utilizadas para a otimização de sistemas naquela Ouvidoria.


TCE-GO DISCUTE MODELOS DE CONTROLE NA EDUCAÇÃO

O vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Celmar Rech, reuniu-se hoje (15/mar) com uma equipe multidisciplinar para discutir modelos de fiscalização na área de educação. Na oportunidade, os técnicos apresentaram os programas adotados pelo TCE de Minas Gerais e pelo TCM da cidade do Rio de Janeiro. O grupo terá outros encontros para voltar a discutir o assunto. Além das diferenças formais nos dois modelos, ambos têm características diversas também com relação ao foco, uma vez que o do TCM-RJ, denominado Programa Visita às Escolas propõe uma ferramenta que contribui diretamente com o exercício do controle externo. Os resultados das ações realizadas são apresentados por meio de um processo de fiscalização, submetido à apreciação e julgamento do Tribunal. Por outro lado, o Programa na Ponta do Lápis, do TCE-MG, busca favorecer a comunicação direta entre o cidadão e o gestor da área de educação. Embora sejam desenvolvidas ações […]